Alimentação

Saiba se você tem ou não compulsão alimentar

Saiba se você tem ou não compulsão alimentar

Como você classifica sua alimentação? Você acha que come o suficiente ou come além da conta? Você come somente o que coloca no prato ou sempre belisca o que está na mesa, ou até mesmo repete? Para de comer quando percebe que comeu de mais ou passa a comer escondido para não atrair os olhares? Essas respostas são muito importantes para definir que tipo de alimentação você vem tendo, se você tem ou não a tal compulsão alimentar. Parece só mais um nome para gulodice mas na verdade vai bem além disso, a compulsão alimentar é um distúrbio alimentar perigoso que pode causar obesidade dentre muitas outras doenças graves. Se você quer saber se tem ou não essa tal compulsão alimentar vem juntinho com a gente conferir características típicas desse distúrbio alimentar.

Características de quem tem compulsão alimentar

Comer escondido

As pessoas que costumam comer escondido normalmente estão fugindo do julgamento das outras pessoas ou até mesmo o próprio julgamento. Essa é a forma que as pessoas encontram de fugir das críticas referentes a sua alimentação, quanto a quantidade ou velocidade em que o indivíduo come.  Não compare esse ato com o ato de sonambulismo em que as pessoas comem de madrugada porém não se lembram. Nesse caso o ato é premeditado por vergonha da dificuldade de se controlar.

Comer rápido

Comer muito rápido não uma característica exclusiva de quem tem compulsão alimentar, muitas pessoas tem esse costume, que não é nada saudável, pois conforme você come rápido você não consegue identificar quando está de fato saciado, e pela rapidez da alimentação o hormônio que envia a sinalização de que estamos saciados demora um certo tempo para sinalizar e se você come muito rápido acaba consumindo mais alimento do que o suficiente. E essa também é uma característica de quem tem compulsão alimentar.

Comer sem estar com fome

Muitas vezes as pessoas que sofrem de compulsão alimentar comem sem nem ao menos sentir fome, muitas vezes comem por diversos motivos, principalmente para ser fonte de prazer, e então as pessoas passam a dar espaço para os alimentos menos saudáveis como bolos, frituras, doces, fast foods e etc. A comida deixa de ser usada somente para alimentar o corpo.

Comer até se sentir mal

Esse exagero é normalmente causado por problemas emocionais, ou seja, come até que esteja estufado para se sentir satisfeito emocionalmente, o que não é normal em nenhum ser humano, isso é mais uma característica de compulsão alimentar.

Estar sempre comendo

É muito comum que quem sofra com esse distúrbio esteja sempre comendo, pois a comida trás um preenchimento emocional para essas pessoas, e dessa forma elas acabam comendo o tempo todo, repetem as refeições e estão sempre beliscando guloseimas para a sua satisfação emocional. Esse sentimento pode até se parecer com a fome, porém o seu corpo já foi alimentado recentemente. É muito comum também observar que as pessoas que tem a compulsão alimentar acabam se descontrolando diante de sentimentos negativos ou muito positivos e acabam comendo ainda mais.

Sentir culpa após um episódio de descontrole

Sempre há uma grande sensação de culpa após os acessos de descontrole envolvendo a comida, o indivíduo acaba se culpando por saber que o que fez foi errado e considerar uma ação vergonhosa e acaba admitindo que é incapaz de mudar. Isso também é comum acontecer com pessoas que estão fazendo dietas muito restritivas.

Acho que tenho compulsão alimentar, o que devo fazer?

Pode parecer um bicho de 7 cabeças acabar de vez com esse distúrbio não é mesmo? Porém você vai precisar de força de vontade, e seguindo alguns desses passos simples você com certeza chega lá.

  • Consulte um psicólogo: Procure saber se você realmente tem essa compulsão, e o que te fez adquirir esse distúrbio.
  • Procure um nutricionista: Outro profissional que pode te ajudar e muito nesse processo é um nutricionista, ele vai te ajudar no cardápio, e até mesmo em saber controlar melhor o seu corpo.
  • Evite ficar sozinho: Evite momentos sozinho pois isso pode te dar mais oportunidade para consumir alimentos que não te fazem bem sem controle algum.
  • Procure estar bem emocionalmente com todos: Construa um ambiente saudável de amizade e sem nenhum sentimento ruim, procure estar bem relacionado e de bem com todos.

E se você gostou das nossas dicas, deixe seu comentário e continue a nos acompanhar. E não se esqueça de conferir o nosso ultimo post aonde falamos sobre os diferentes tipos de gorduras.

Clique para comentar

Deixar uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Popular

Ir Topo